13 de novembro de 2010

A raposa e o Corvo


Uma vez um corvo estava voando no céu. Até que ele se cansou e pousou em uma árvore. Enquanto isso, passava por ali uma raposa.

Ela estava faminta e procurava qualquer coisa para comer. Atraída por um cheiro de comida, ela se aproximou. Olhou para cima e lá na árvore estava o corvo todo brilhante e forte. Em seu bico, um pedaço de queijo que ainda não havia comido.

A raposa, então, ficou matutando um jeito de pegar o queijo. Ela chegou bem perto da árvore, olhou para cima e disse: “Que pássaro maravilhoso vejo nesta árvore”.

O corvo não resistiu. Ficou todo vaidoso, abriu o bico e cantou bem alto: “Crooooól”. Com isso, o corvo aprendeu que não deve se acreditar em tudo.

Moral da história: desconfie dos bajuladores; estes sempre se aproveitam da situação para tirar vantagem sobre você.

Utilizo a metáfora da Fábula “A Raposa e o Corvo” como dica para os negócios, em relação a confiança e inteligência.

Nenhum comentário: